terça-feira, 21 de dezembro de 2010

....Dinamarca, uma vergonha

O mar se tinge de vermelho, entretanto não é devido aos efeitos climáticos da natureza.



Se deve a crueldade com que os seres humanos (ser civilizado) matam centenas dos famosos e inteligentíssimos.
Golfinhos Calderon.


Isso acontece ano após ano na Ilha Feroe na Dinamarca. Deste massacre participam principalmente jovens



Por que?


Para demonstrar que estes mesmo jovens já chegaram a uma idade adulta, estão maduros



Eles não morrem instantaneamente, são cortados uma ou duas vezes com ganchos grossos. Nesse momento os golfinhos produzem um som estridente bem parecido ao choro de um recém-nascido.


Mas sofre e não há compaixão até que este dócil ser se sangre lentamente e sofra com feridas enormes até perder a consciência e morrer no seu próprio sangue.
Basta



E assim circula na net um email em dando inicio a luta em defesa que diz: " Encaminharemos este e-mail até que o mesmo chegue alguma associação de defesa dos animais, não leremos somente.


Isso nos transformaria em cúmplices, ESPECTADORES."

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Parlamentares armam reajuste de 61,8%


BRASÍLIA - Na última semana de trabalho efetivo do Congresso e a pouco mais de dez dias do Natal, os deputados e senadores planejam aprovar um reajuste de 61,83%% nos próprios salários e um aumento de 133,96% no valor do vencimento do presidente da República. O projeto já está pronto e fixa a remuneração dos parlamentares e de Dilma Rousseff em R$ 26.723, o mesmo pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal - teto do funcionalismo público.

Proposta prevê salário de R$ 26,7 mil para senadores e deputados; valor é teto do funcionalismo e seria também pago à presidente eleita

A aprovação do projeto, que entrará na pauta do plenário entre terça e quarta-feira, significará um aumento no salário da presidente eleita de mais de R$ 15 mil em relação ao que é pago hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula ganha R$ 11.420,21 brutos, o menor salário entre os chefes dos três Poderes. Os deputados e os senadores recebem R$ 16.512 - mas embolsam 15 salários por ano -, e o vice-presidente e os ministros ligados ao Executivo ganham R$ 10.748.

"O aumento é para todos. Vamos equiparar todos com o teto e acabar com essa lambança de quatro em quatro anos ter de discutir o valor", afirmou o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), quarto-secretário da Mesa e responsável pela elaboração do projeto de reajuste. Ele argumentou que os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) e o procurador-geral da República também ganham o teto salarial. Marquezelli disse que caberá à Mesa concordar ou não com a proposta dele.

Cascata

O aumento do salário dos membros da Câmara provoca reajuste em cascata. Os deputados estaduais recebem até 95% do valor pago aos federais e os vereadores têm seus salários fixados de 20% a 75% do valor dos estaduais.

A ideia dos deputados era vincular o salário dos parlamentares ao dos ministros do Supremo automaticamente. Dessa forma, assim que os membros do Supremo tivessem reajuste, os congressistas também teriam, sem a necessidade de votação de um projeto de decreto legislativo específico para isso. A fórmula acabaria com o desgaste político e a repercussão negativa na sociedade.

Os deputados constataram, no entanto, que essa vinculação automática só poderá ser feita por meio de aprovação de uma proposta de emenda constitucional, o que levaria meses de discussão. "No ano que vem se discute essa PEC (proposta de emenda constitucional)", disse Marquezelli.

A votação do reajuste salarial será feita sob o comando do deputado Marco Maia (PT-RS). Atual vice-presidente da Câmara, Maia assumirá o posto como titular com a renúncia de Michel Temer (PMDB-SP), vice-presidente eleito, cuja diplomação está marcada para o dia 17, próxima sexta-feira. Maia disputa na bancada do PT a indicação para a presidência da Casa no próximo biênio - 1.º de fevereiro de 2011 a 31 de janeiro de 2013.

A aprovação do aumento salarial agrada aos deputados, que reclamam da falta de reajuste nos últimos anos, e serve de bandeira para os candidatos à presidência da Casa. Em 2007, os parlamentares reajustaram seus salários em 28,5% - repondo a inflação acumulada de quatro anos.

fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,parlamentares-armam-reajuste-de-618,651804,0.htm















sábado, 13 de novembro de 2010

POR QUE COLOCAR POLICIAIS PARA PERSEGUIR SOMENTE MOTOBOYS ?

Hoje na cidade de Mairi, estado da Bahia, deparamos com uma rotina de irregularidades, que de certa forma tem a conivencia do Poder Publico, 90% DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS EM MAIRI NÃO POSSUI HABILITAÇÃO CIDADE ONDE É COMUN MENORES CONDUZINDO TODOS OS TIPOS DE VEÍCULOS INCLUSIVE ESCOLARES !

Do ponto de vista da Lei, embora legal a pretensão do Vereador Roque, não devemos esquecer que os motoboys Mairienses, são pessoas carentes e que não nasceram em berço de ouro, e não tiveram a mesma oportunidade de estudar em escolas de boa qualidade, e estarem preparados para realizarem concurso para tem uma profissão melhor, não tendo assim a menor chance de pleitear um emprego nem mesmo como servidor publico municipal pois NÃO EXISTEM VAGAS pela ocupação desordenada dos parentes consaguineos do prefeito e do vereador citado. Portanto não dispondo de recursos para custear sua própria habilitação.

O contran estabelece através da Resolução 350 o prazo para que Motoboys façam curso especifico,  entretanto somente 10 das 417 cidades da Bahia, tem o serviço com REGULAMENTAÇÃO PRÓPRIA, ou seja 407 cidades ainda não cumpriram tal Resolução nem  existe qualquer movimento no sentido de impedir o funcionamento de Mototaxi.

Define a Lei; Caberá às prefeituras definir número de profissionais
Entre os itens de segurança exigidos dos motoboys, a partir de agora, estão o colete luminoso (dificilmente encontrado no mercado), além do capacete (que sai por, pelo menos, R$ 50). Porém, a exigência que mais chama atenção é a colocação de mata-cachorros (barra de ferro de proteção do motor nas motos. O equipamento só é utilizado em modelos do tipo "custom" ( tradicionalmente ligados a motoclubes).Portanto a regulamentação em cada município adota critérios diferenciados e natural que exista a flexbilização de forma que não prejudique mais esse seguimento de trabalhadores.

- As regras e a fiscalização serão feitas pelo Contran e pelos Detrans. O número de moto taxistas será definido entre as câmaras e as prefeituras - explica o senador Expedito Júnior (PR-RO), relator do projeto.  Somente não se sabe por que policiais de Caatinga, treinados para o combate ao trafico de drogas perde seu precioso tempo em Mairi, fazendo apreensão de Motos, algumas delas legalizadas, e parada na porta do proprietário apreendida  como citou o Vereador Rogério ontem dia 12 de Novembro de 2010, na Tribuna da  Câmara de Vereadores de Mairi por que o proprietário não possuía habilitação ! Comenta-se que mesmo a moto legalizada e com a presença na Delegacia de um condutor habilitado não foi liberada, o que constitui um Abuso de Poder. Para o episódio existem duas versões a do Vereador Rogério e a que a moto embora legal fora apreendida por que o condutor estava conduzindo a moto sem capacete, sem habilitação e a moto sem os espelhos retrovisores e que fora abordada quando o proprietário chegava em casa e assim sendo não existe ilegalidade.

Recentemente, a companheira de Dedé Fiscal passou por um constrangimento, de ter uma viatura da CAEL parada na frente do prédio onde reside, e na frente de dezenas de curiosos, o que constitui exposição de imagem, ter que responder se o carro do seu companheiro Ecoesport que se encontra na garagem onde funcionava a loja se tal veículo teria documentos certamente fruto de denuncia apocrifa sem qualquer fundamentação D. Lúcia aceitou as justificativas e o pedido de desculpas dos Policiais e assim ficou sanada a situação.Entretanto Policiais não não devem esquecem que tem prestados relevantes serviços na Região, mas  que atentem para a legalidade das Ações evitando causar constrangimentos e mal estar na comunidade. A constituição Federal no seu Artigo 5º preconiza que " XI - a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial;

Voltando a questão dos motoboys de Mairi, sabemos que a Lei foi Sancionada pelo Presidente da República, mas com a finalidade clara de reconhecer como categoria trabalhadora os Motoboys, ficando a regulamentação, que pode permitir a aplicação ou flexibilização por conta de cada Município.

O uso do capacete é obrigatório pelos motoqueiros, segundo determinação do Código Nacional de Trânsito, mas, em São Sebastião, no agreste alagoano, o juiz Jairo Xavier Costa proibiu o seu uso por motoqueiros. Para ele, os criminosos acabam agindo com a motocicleta, mas ocultados pelo capacete.

Os Municípios e os Estados dividem competências previstas no Código de Trânsito Brasileiro – CTB – e na Resolução 66/98 do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN. Para fiscalizar, faz-se necessário que os Municípios tenham um órgão integrado ao SNT, composto de operadores concursados para cargo de agente específico de trânsito. As competências municipais estão elencadas, sobretudo, no art. 24 do CTB.

Ao nobre Vereador Roque um conselho: " As vezes por contra de coíbir uma ilegalidade se comente absurdos e todos nós assistimos incrédulos as retiradas das Barracas de praia em Salvador, deixando centenas de famílias desempregadas portanto Roque não vamos cometer o mesmo erro de João Henrique aqui em Mairi deixando dezenas de motoboys pais de família desempregados ! " As vaias dirigidas ao nobre Vereador é o reflexo de medidas que vem desagradando a comunidade. Reflita antes de tomar posições como essa ! Mesmo por que todos sabemos que em Mairi existem Policiais competentes, sabemos que para a CAEL atuar em nosso municipio tem que haver uma solicitação oficial e agora pergunto ao Nobre Vereador;  Quem está solicitando ?


1) Em abril de 2001 a Polícia Militar da Bahia, visando atender as demandas de segurança pública na região do agreste baiano e fronteiras com os Estados de Pernambuco, Piauí e Alagoas, criou a CPAC (Companhia de Polícia de Ações em Caatinga) para atuar na região de Juazeiro e fazer frente aos grupos criminosos, principalmente traficantes, que aterrorizavam as cidades e os viajantes na região denominada polígono da maconha. Por ser uma área com um bioma bem definido (caatinga) os policias foram seleccionados e treinados para operar com eficiência, adaptando-se ao clima e vegetação da região, inclusive com um fardamento (rajado rural) que os distinguisse como tropa especializada caracterizada por possuir treinamento, uniforme e armamento diferenciados.
E aos nobres Vereadores Luiz e Mundinho dizer que assinaram  sem ler, e isso pode ser prova de subserviencia e de que tais Vereadores são facilmente manipuláveis ! Será que tais Vereadores assinariam em branco algo que passasse todas suas propriedades para Roque ?

Vão verificar as irregularidades como: Nepotismo, Luz para Todos, e critérios de concessão e corte do bolsa família que tem excluído quem realmente precisa e  preenche os requisitos, e deixar de privilegiar somente pessoas que compõe o V. Partido, esquecendo que uma Administração é voltada para todos ! Deixem quem realmente quer trabalhar, façam uma reunião Prefeito, Vereadores e CAEL e Delegado de Policia e solicitem que deixem os moto taxistas de Mairi trabalhar em paz, pois são pais de famílias e dependem disso para levarem o sustento dos filhos para casa.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

TRABALHO SOCIAL DO ARTISTA PLÁSTICO RATINHO

               RATINHO

Quando Politicos esquecem que foi criança e esquecem o dia mais importante do ano, surge um personagem de um vilarejo distante, pessoa comun, pessoa do povo, sem qualquer pretensão Politica apesar de sua cara pintada de Palhaço, um " Artista Nato " com uma peruca e pituras fez a alegria da garotada do Vilarejo de Nuguaçu no distante municipio de Mirangaba no Estado da Bahia a exatos 400 km de Salvador - Ba.


 









Essa figura pitoresca com um saco com balas, e alguns poucos presente, pois suas condições economicas não lhes permitem mostrar o tamanho de sua bondade e do seu coração, é um Mago Entalhador, decorador, com suas mãos mágicas é capaz de transformar um simples tronco de madeira em esculturas incriveis, maquetes fantásticas reporduzindo movimentos das Minas de Mineração, casa de farinha etc. um mágico nas transformações de Jardins, dando formas e transrformando em lindas figuras,  tudo em exposição de arte com a propria natureza.


Decendente de João Gomes dos Santos(João Gongo), um dos fundadores do Vilarejo de "Campo do Meio " hoje Nuguaçu, no municipio de Mirangaba- Ba, José Santos ou José de Los Ratos, tambem conhecido com " Ratinho " traz no sangue a essencia da " Familia Gongo " da qual o proprietário deste blog se orgulha de pertencer.
NUGUAÇU - MIRANGABA - BAHIA ARTES DE RATINHO


Imagem esculpida pela natereza
JOSÉ DE LOS RATOS SANTOS "RATINHO "












domingo, 10 de outubro de 2010

Nova denúncia envolve turma de Erenice nos Correios

Escândalo na Casa Civil
Nova denúncia envolve turma de Erenice nos Correios
Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, direção indicada por ela aprovou um contrato com uma empresa aérea superfaturado em 2,8 milhões de reais
O presidente dos Correios, David José de Matos, e a diretoria da estatal aprovaram um contrato superfaturado em 2,8 milhões de reais para favorecer uma empresa de carga aérea. A contratação, feita pela nova direção da estatal nomeada pela então ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, manobrou para ressuscitar, em agosto, uma licitação que havia sido cancelada três meses antes pelo comando demitido da estatal. Os documentos que registram a transação foram obtidos pelo jornal O Estado de S.Paulo e estão publicados em sua edição deste domingo.

Os documentos obtidos pelo jornal paulista mostram que a nova diretoria, empossada no dia 2 de agosto, entregou para a Total Linhas Aéreas um contrato de R$ 44,3 milhões. E concluiu o negócio em apenas duas semanas, em meio à crise que derrubou Erenice da Casa Civil da Casa Civil depois das revelações feitas por VEJA de que um esquema de tráfico de influência operava dentro do ministério.

A licitação nos Correios foi assinada pelo presidente Davi de Matos e seus diretores aprovarem no dia 15 de setembro. Um dia depois, Erenice foi forçada pelo Palácio do Planalto a pedir demissão. O contrato foi publicado no Diário Oficial da União de 4 de outubro, um dia depois do primeiro turno da eleições. No período de um ano, a Total vai transportar cargas dos Correios no trecho Fortaleza-Salvador-São Paulo-Belo Horizonte.

Histórico – A Total havia sido desclassificada da licitação em 2 de junho, quando o pregão para o serviço estipulava o pelo preço máximo de 41,5 milhões de reais. A única empresa a se apresentar foi a Total, mas com uma oferta de 47 milhões de reais, que foi recusada pelos Correios. Como a Total não aceitou baixar o preço, a licitação foi anulada.

Já em agosto, com a ajuda do Coronel Eduardo Artur Rodrigues da Silva, então nomeado diretor de operações e um dos personagens principais na crise dos Correios, a Total conseguiu o contrato por 44,3 milhões de reais.

O artigo 48 da Lei de Licitações determina que sejam desclassificadas "propostas com valor global superior ao limite estabelecido". Já o artigo 40 veda faixas de variação em relação a preços de referência. O coronel Artur, no entanto, à frente da Diretoria de Operações, recomendou a contratação por um preço 2,8 milhões de reais acima do primeiro valor estipulado. Num relatório de 13 páginas para justificar sua posição, ele afirma que os métodos dos Correios para chegar a uma estimativa "não são absolutamente precisos". "Fato este que permite a homologação excepcional de licitações por valor acima do previamente estimado em decorrência da variação normal de mercado e desde que haja interesse público", diz.

O parecer do ex-diretor foi submetido em 15 de setembro ao comando dos Correios. David José de Matos, amigo e colega de Erenice desde os tempos em que trabalharam na Eletronorte, dirigiu a reunião que aprovou a contratação da Total por 44,3 milhões de reais, vigorando por 12 meses. O contrato foi publicado na semana passada. Na ata estão os nomes dele, do coronel Artur e dos diretores Décio Braga de Oliveira, Ronaldo Takahashi de Araújo, José Osvaldo Fontoura e Nelson Luiz de Freitas.

No dia seguinte à assinatura, Erenice Guerra pediu demissão da chefia da Casa Civil, em meio ao escândalo envolvendo assessores e parentes dentro do governo. O coronel Artur demitiu-se no dia 19 de setembro, depois de vir a público que ele era testa de ferro de um empresário argentino na empresa aérea MTA, que também mantém contratos com os Correios


fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/nova-denuncia-envolve-turma-de-erenice-nos-correios

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

LUZ PARA TODOS NÃO CHEGA A TODOS IMOVEIS, SOMENTE PARA A ALA PARTIDÁRIA DO PMDB DE MAIRI

DISCRIMINAÇÃO NO PROGRAMA "LUZ PARA TODOS " DO GOVERNO NO MUNICIPIO DE MAIRI

NA FAZENDA FLORES
REGIÃO DO MORRO DA PITANGA

COMENTA-SE QUE O VEREADOR ROQUE DITA AS NORMAS SOBRE QUEM TEM QUE SER CONTEMPLADO OU NÃO !
E ASSIM QUEM É DO PMDB COMO ZINHO. BETO E PEDRO DE CESSÍ E OUTROS MEMBROS DA FAMILIA DE CESSÍ FORAM CONTEMPLADOS COM O PROGRAMA " LUZ PARA TODOS "

ENQUANTO QUE SEGUNDO COMENTÁRIOS O VEREADOR ROQUE NÃO PERMITIU QUE A LUZ CHEGASSE AS PESSOAS ABAIXO QUE SÃO MORADORES DA MESMA REGIÃO.
ZÓ, JORGE, ANTONIO, DI - FAZENDA SÃO JOAQUIM, ALCIOLE, ANTONIO DA VADÚ, LIU E BETH

JÁ REGIÃO DO SANTO ANTONIO E JORDÃO

OS POSTES PASSARAM PELO TERRENO DE SINVAL PACHECO SENDO DESVIADO DE FORMA VERGONHOSA PARA NÃO CONTEMPLAR TAL CIDADÃO.

COMENTA-SE QUE PEDIU-SE 100 VOTOS PARA SE TIRAR O DESVIO PARA QUE A ENERGIA CHEGUE A SINVAL

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=222924&tid=5525301913926112581

terça-feira, 5 de outubro de 2010

DEPUTADOS ELEITOS EM 2010

O governador Jaques Wagner conseguiu 26 cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia e conquistou a maioria.
Confira abaixo os 63 parlamentares eleitos neste domingo, 3 de outubro.

Coligação PRA FRENTE BAHIA (Vagas: 26)

Marcelo Nilo PDT - 134.396
Mário Negromonte Júnior PP - 113.193
Ronaldo Carletto PP - 101.433
Zé Neto PT - 79.925
Luiza Maia PT - 79.806
Cacá Leão PP – 78.528
Roberto Carlos PDT - 75.474
Zé Raimundo PT - 70.257
Rosemberg Pinto PT - 69.951
Euclides Fernandes PDT - 62.892
Sidelvan Nóbrega PRB - 62.371
Marcelino Galo PT - 58.703
Fátima Nunes PT - 57.704
Pastor José De Arimatéia PRB – 56.849
Neusa Cadore PT - 56.095
Joseildo Ramos PT - 55.684
Paulo Rangel PT - 55.298
Maria Del Carmen PT - 53.700
Aderbal Caldas PP - 53.108
João Bonfim PDT – 46.730
Luiz Augusto PP - 45.412
Coronel PP – 40.994
Paulo Camera PDT - 40.427
J. Carlos PT - 39.895
Bira Corôa PT – 39.222
Carlos Brasileiro PT - 38.804

Coligação MAIS AÇÃO, MAIS BAHIA (Vagas: 15)

Maria Luiza Carneiro PSC – 65.583
Graça Pimenta PR - 64.929
Leur Lomanto Junior PMDB - 50.431
Reinaldo Braga PR - 48.157
Alan Sanches PMDB - 47.290
Sandro Régis PR – 46.746
Carlos Ubaldino PSC - 46.691
Ivana Bastos PMDB - 46.079
Luciano Simões PMDB - 45.486
Targino Machado PSC - 45.262
Angela Sousa PSC - 43.537
Pedro Tavares PMDB - 43.001
Temóteo Brito PMDB - 42.923
Vando PSC - 39.632
Elmar PR - 38.376

DEM (Vagas: 5)

Tom DEM – 61.579
Rogério Andrade DEM – 60.136
Gildasio Penedo DEM – 57.689
Herbert Barbosa DEM – 46.510
Paulo Azi DEM – 40.887

Coligação LUTA DE UMA BAHIA QUE TEM PRESSA (Vagas: 4)

Claudia Oliveira PT do B - 57.780
Bruno Reis PRP – 55.189
Adolfo Menezes PRP - 52.106
Maria Luiza Laudano PT do B – 43.794

PCdoB (Vagas: 4)

Fabricio PC do B – 51.923
Álvaro Gomes PC do B – 38.441
Kelly Magalhães PC do B – 35.040
Wenceslau PC do B – 31.80

A BAHIA QUER PAZ, A BAHIA QUER MAIS (Vagas: 3)

Joao Carlos Bacelar PTN - 46.845
Carlos Geilson PTN – 36.998
Coronel Gilberto Santana PTN – 28.725

FRENTE DOIS DE JULHO (Vagas: 3)

Deraldo Damasceno PSL - 65.284
Nelson Leal PSL – 58.650
PR SGTº Isidorio PSB - 46.923

PSDB (Vagas: 2)

Adolfo Viana PSDB – 32.541
Augusto Castro PSDB – 30.951

PV (Vaga: 1)

Eures Ribeiro PV – 24.433

terça-feira, 28 de setembro de 2010

DILMA DIZ: NEM MESMO CRISTO ME TIRA ESSA VITÓRIA.

Após a inauguração de um comité em Minas, Dilma é entrevistada por um jornalista local. veja: como a senhora vê o crescimento da sua candidatura nas pesquisas?

"O povo brasileiro sabe escolher, é a continuidade do governo Lula, e após as eleições nós vamos desarmar o palanque e estender os braços aos nossos adversários. O candidato Serra está convidado a participar do meu governo, porque nesta eleição nem mesmo Cristo querendo, me tira essa vitória, as pesquisas comprovam o que eu estou dizendo, vou ganhar no primeiro turno".

Parece que está caindo a imagem de boa moça e aparecendo quem realmente é a Dilma Roussef.
"O Povo Brasileiro estará cometendo um grande erro elegendo Dilma presidente e vai sofrer", disse Ciro.

Poucos minutos após a entrevista, já tinha caido na internet, twitter.... e ela disse ter sido mal interpretada e que a frase não foi essa, porém alguns mineiros já repudiam a candidata e o quadro eleitoral começa a dar uma reviravolta.

Vamos passar adiante, passe para o maior número de contatos possiveis, o Brasil precisa saber disso.

DILMA, a favor do Aborto e acima de Jesus Cristo.


VOLTAIRE, o famoso zombador, teve um fim terrível. Sua enfermeira disse: “Por todo o dinheiro da Europa, não quero mais ver um incrédulo morrer!” Durante toda a noite ele gritou por perdão.

JOHN LENNON: Alguns anos depois de dar uma entrevista a uma revista americana, disse: "O cristianismo vai se acabar, vai se encolher, desaparecer. Eu não preciso discutir sobre isso, eu estou certo. Jesus era legal, mas suas disciplinas são muito simples. Hoje, nós somos mais populares que Jesus Cristo.(1966)". Lennon, depois de ter dito que os Beatles estavam mais famosos que Jesus Cristo, recebeu cinco tiros de eu próprio fã.

TANCREDO NEVES: Na ocasião da campanha presidencial, disse que se tivesse 500 votos do seu partido (PDS), nem Deus o tiraria da presidência da República. Os votos ele conseguiu, mas o trono lhe foi tirado um dia antes de tomar posse.

BRIZOLA: No ano de 1990, quando houve uma outra campanha presidencial, disse que aceitava até o apoio do demônio para se tornar presidente. A campanha quando acabou, apontou Collor como presidente e não mostrou Brizola nem em segundo lugar.

CAZUZA: Em um show no Canecão ( Rio de Janeiro ), deu um trago em um cigarro de maconha, soltou a fumaça para cima e disse: Deus essa aí é para você! Nem precisa falar em qual situação morreu esse homem.

O CONSTRUTOR DO NAVIO TITANIC: Na ocasião em que foi construí-do, apontaram-no como o maior navio de passageiros da época. No dia de entrar em alto-mar, uma repórter fez a seguinte pergunta para o construtor: "O que o senhor tem a dizer para a imprensa concernente a respeito da egurança do seu navio?". O homem, com um tom irônico, disse: "Minha filha, nem se Deus quiser ele tomba o meu navio". O resultado foi o maior naufrágio de um navio de passageiros no mundo.

MARILYN MONROE: Foi visitada por Billy Graham durante a apresentação de um show. Ele, um pregador do Evangelho, na época havia sido mandado pelo Espírito Santo àquele lugar, para pregar a Marilyn. Porém ela, depois de ouvir a mensagem do Evangelho, disse: "Não preciso do seu Jesus". Uma semana depois foi encontrada morta em seu apartamento.

BON SCOTE: Ex-vocalista do conjunto AC/DC. Cantava no ano de 1979 uma música com a seguinte frase: "Don't stop me, I'm going down all the way, wow the high way to hell" (Não me impeça... Vou seguir o caminho até o fim, na auto-estrada para o inferno). No dia 19 de fevereiro de 1980, Bon Scote foi encontrado morto, asfixiado pelo próprio vômito.

BRASIL/2004: Aconteceu na cidade de Londrina/PR uma cidade de 500 mil habitantes um fato que chamou muito a atenção dos bombeiros no inicio do mês de setembro de 2.004. Uma jovem de 19 anos que começou a beber e usar drogas saiu para mais uma de suas "noitadas" com mais quatro jovens entre eles um menor de idade, com apenas 13 anos de idade. Os rapazes passaram em sua casa chamaram a moça e pelo que tudo indica já estavam embriagados com o som do carro em alto volume e bebendo. A mãe da moça desesperada acompanhou-a até o carro e disse a seguinte frase para eles: Deus acompanhe vocês... Ouviu-se uma gargalhada dentro do carro e a moça tirou a cabeça para fora e disse para sua mãe: - Só se ele for ao porta-malas, porque aqui está lotado... Não demorou muito o motorista em alta velocidade perdeu o controle do carro em uma avenida e bateu de frente em um poste, os cincos ocupantes do carro vieram a falecer. Havia drogas e bebidas dentro do carro. Quando a perícia técnica e os bombeiros chegaram ao local ficaram surpresos, pois o carro estava totalmente destruído, mas o porta-malas estava intacto. Quando os bombeiros abriram o porta-malas ficaram assustados com o que viram: Havia dentro do porta-malas uma bandeja com 34 ovos e nenhum deles se
quebrou. Muitos outros homens importantes também se esqueceram que a nenhum outro nome foi dada tanta autoridade como a que há no nome de J E S U S Não esqueça disso: Muitos morreram, mas somente um ressuscitou: JESUS

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

DEPOIS DA DITADURA VÁRIOS ESCANDALOS DE CORRUPÇÃO




O Palácio do Planalto sabia, pelo menos desde fevereiro, que havia um lobby funcionando dentro da Casa Civil e cobrança de vantagens para intermediar empréstimos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Foi em 1º de fevereiro que o empresário Rubnei Quícoli, estopim da queda de Erenice Guerra, enviou e-mail para quatro funcionários da assessoria especial da Casa Civil em que reclama da cobrança por fora de R$ 240 mil feita pela empresa de Israel Guerra.



Israel é filho da ministra, e teria feito a cobrança para que o processo de crédito de R$ 9 bilhões fosse acelerado. Em uma das mensagens daquele dia, Quícoli, consultor da EDRB do Brasil Ltda, pede que o assunto seja levado à então ministra e hoje presidenciável, Dilma Rousseff (PT). "Espero de coração que esse e-mail chegue às mãos da dra. Erenice e a (sic) ministra Dilma", afirma.


Dilma era ministra também quando, 45 dias antes, Quícoli recebeu a minuta do contrato que faria com a Capital Assessoria, empresa que Israel, filho de Erenice, usa para fazer lobby e cobrar dinheiro em contratos obtidos junto a órgãos públicos. O documento cita o pagamento mensal de R$ 40 mil e a taxa de 5% (que significaria R$ 450 milhões) em caso de sucesso na operação para financiar um projeto de usina solar.


Consultor da EDRB, Rubnei Quícoli entregou ontem ao jornal O Estado de S. Paulo os e-mails que enviou aos assessores da Casa Civil no dia 1º de fevereiro. Às 7h08, ele remeteu mensagem a Vinicius Castro, Glauciene Leitão, Vilma Nascimento do Carmo e Vera Oliveira, todos lotados na assessoria especial da Casa Civil. O primeiro pediu demissão na segunda-feira, depois da revelação de que botou sua mãe, Sônia Castro, como sócia "laranja" da Capital Assessoria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

ANÕES DO ORÇAMENTO

> José Carlos dos Alves dos Santos – Reuniu um patrimônio de mais de dois milhões de dólares. Preso e condenado pela morte da mulher, Ana Elizabeth Lofrano dos Santos, chegou até a tentar o suicídio na cadeia. Por bom comportamento, cumpre pena em regime semi-aberto.

> João Alves – Era o líder dos anões. Comprava a cumplicidade de José Carlos com presentinhos de até 300 000 reais. Na CPI, apresentou uma justificativa antológica para a fortuna que tinha acumulado: alegou que era um homem de muita, muita sorte e ganhara dezenas de vezes na loteria. Renunciou ao mandato de deputado antes de ser julgado, escapando da cassação e da perda dos direitos políticos. Mora atualmente em Salvador, onde tem muitos imóveis.

> Ibsen Pinheiro – Deputado pelo PMDB gaúcho, tinha entrado para a história como presidente da Câmara dos Deputados durante o processo de impeachment de Fernando Collor. Após a descoberta de mais de 1 milhão de dólares em suas contas, Ibsen foi acusado de enriquecimento ilícito e irregularidades fiscais e terminou cassado. Hoje, é professor universitário, funcionário aposentado do Ministério Público e conselheiro do Internacional de Porto Alegre.

> José Geraldo Ribeiro – Deputado do PMDB mineiro, era mais conhecido como "Quinzinho", numa referência ao percentual que costumava cobrar de propina. Enviava dinheiro para oito entidades assistenciais por ele controladas. Também foi cassado.

> Genebaldo Correia – Líder do PMDB na Câmara, foi o primeiro a adotar o expediente de renunciar antes do julgamento. Teve seus bens seqüestrados pela Justiça e respondeu por crime de improbidade administrativa. Tentou ser candidato a deputado estadual em 1998 e perdeu.

> Manoel Moreira – Além de ser apontado por José Carlos como um dos anões, contou com um empurrão extra da ex-mulher, que foi à CPI revelar suas falcatruas. Não conseguiu explicar o movimento de 3 milhões de dólares em suas contas. Também renunciou antes da cassação. Foi candidato a deputado estadual pelo PMDB paulista em 1998. Perdeu. Lançou na vida pública a vereadora Maeli Vergniano, envolvida no escândalo da máfia dos fiscais da prefeitura de São Paulo. Foi expulso da igreja em que era pastor.

> Ricardo Fiúza – Ministro da Ação Social no governo Collor, era um dos deputados mais poderosos do Congresso. A CPI descobriu que, no período em que chefiou a Comissão de Orçamento, beneficiou uma fazenda sua com verbas federais. Mesmo assim, escapou da cassação. Mais tarde, ficou provado que manipulou documentos da Caixa Econômica Federal para se livrar da acusações da CPI. Hoje, é deputado pelo PFL pernambuano.

> Raquel Cândido – Deputada por Rondônia, foi acusada de se apropriar de 800 000 dólares destinados a subvenções sociais e tentou o suicídio duas vezes. Acabou sendo cassada. Em outubro do ano passado, foi presa em Brasília sob acusação de espancar e tentar matar a tiros a dona de casa Raimunda dos Santos. O motivo da briga: uma dívida de 2 500 reais

MENSALÃO



O ex Deputado Federal Roberto Jefferson, então Presidente do PTB, acuado, pois o esquema de corrupção e desvio de dinheiro público, com a divulgação do vídeo feito por Joel Santos Filho estava focado, em um primeiro momento, em dirigentes dos Correios indicados pelo PTB, resultado de sua composição política com integrantes do Governo, divulgou, inicialmente pela imprensa, detalhes do esquema de corrupção de parlamentares, do qual fazia parte, esclarecendo que parlamentares que compunham a chamada "base aliada" recebiam, periodicamente, recursos do Partido dos Trabalhadores em razão do seu apoio ao Governo Federal, constituindo o que se denominou como "mensalão".
Entre 22 a 27 de agosto de 2007, o Supremo Tribunal Federal (STF), o tribunal máximo do Brasil, iniciou o julgamento dos quarenta nomes denunciados pelo Procurador Geral da República, em 11 de abril de 2006. O STF recebeu praticamente todas as denúncias feitas contra cada um dos acusados, o que os fez passar da condição de denunciados à condição de réus no processo criminal, devendo defender-se das acusações que lhes foram imputadas perante a Justiça e, posteriormente, devendo ser julgados pelo STF. Os deputados acusados que conseguiram se reeleger nas eleições de 1º de outubro de 2006, poderão enfrentar mais um processo de perda de mandato.
Foi descoberto em julho de 2008, durante uma investigação sobre o banqueiro Daniel Dantas, que o Banco Opportunity foi uma das principais fontes de recursos do mensalão. Através do Banco Opportunity Daniel Dantas era o gestor da Brasil Telecom, controladora da Telemig e da Amazonia Telecom. As investigações apontaram que essas empresas de telefonia injetaram R$ 127 milhões nas contas da DNA Propaganda, administrada por Marcos Valério, o que, segundo a PF, alimentava o Valerioduto, esquema de pagamento ilegal a parlamentares. A Polícia Federal pôde chegar a essa conclusão após a Justiça ter autorizado a quebra de sigilo do computador central do Banco Opportunity

DINHEIRO NA CUECA

O Ministério Público Federal no Ceará concluiu que o dinheiro transportado na cueca e em uma mala pelo ex-assessor parlamentar petista José Adalberto Vieira da Silva era propina proveniente de um contrato de financiamento em investigação, de R$ 300 milhões, fechado entre o BNB (Banco do Nordeste) e o consórcio Alusa/STN (Sistema de Transmissão do Nordeste).

CARTÕES CORPORATIVOS

As primeiras denúncias levaram à demissão da Ministra da Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, do PT, que foi a pessoa que mais realizou gastos com o cartão em 2007[4]. Mesmo com a demissão de Matilde Ribeiro do governo, o PT decidiu não punir sua filiada pelo uso indevido dos cartões corporativos[5]. Orlando Silva, Ministro dos Esportes, optou por devolver aos cofres públicos mais de R$ 30 mil e desta forma pôde permanecer no cargo[6].
A denúncia que pode originar um pedido de abertura de CPI por parte da oposição é a utilização de um cartão corporativo pela filha do presidente Lula, Lurian Cordeiro Lula da Silva que gastou R$ 55 mil entre abril e dezembro de 2007

Polícia Federal indicia irmão de Lula por tráfico de influência

O irmão mais velho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Genival Inácio da Silva, o Vavá, foi indiciado por tráfico de influência no Executivo e exploração de prestígio no Judiciário, segundo reportagem publicada nesta terça-feira pela Folha

O presidente Lula elogiou o trabalho da Polícia Federal realizado na Operação Xeque-Mate, mas disse não acreditar no envolvimento de seu irmão com o esquema. "Não acredito que ele tenha envolvimento com qualquer coisa. Agora, como presidente da República, se a Polícia Federal tinha uma autorização judicial e o nome dele aparecia, paciência", disse na Índia.
Fonte: Folha Online

DINHEIRO NA CUECA II

O mensalão do DEM, no Distrito Federal, não ficou só nas meias, sacolas e bolsos de paletó. Agora, apareceu dinheiro na cueca – uma nova versão de um escândalo ocorrido em julho de 2005 e que envolveu cearenses. Na época, o assessor parlamentar José Adalberto Vieira da Silva, foi detido por agentes da Polícia Federal no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com R$ 200 mil em uma valise e US$ 100 mil na cueca. Adalberto trabalhava para o deputado estadual cearense José Nobre Guimarães (PT), irmão do presidente do PT na época, José Genoino, e membro do Diretório Nacional do partido.
Desta vez, um vídeo gravado por Durval Barbosa, o ex-secretário de Relações Institucionais do DF, que resolveu implodir o governo do democrata José Roberto Arruda, mostra o empresário Alcyr Collaço, dono de um pequeno jornal em Brasília e apontado no inquérito como emissário do PPS, escondendo maços de notas de R$ 100 na cueca.
PREFEITO DE DOURADOS

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (1°), em Dourados (MS), 28 pessoas suspeitas de práticas de fraude à licitação, corrupção ativa e formação de quadrilha, entre elas o prefeito e outros políticos da cidade. Ao todo, a PF cumpre 29 mandados de prisão temporária e 38 conduções coercitivas na chamada Operação Uragano. A PF informou que foram encontrados cerca de R$ 150 mil reais em espécie na casa do prefeito.
Os acordos fechados com as empresas escolhidas ilicitamente rendiam 10% do valor do contrato. Os valores arrecadados serviam para o pagamento de diversos vereadores de Dourados (da situação e da oposição), para caixa de campanha e compra de bens pessoais do prefeito

OUTROS CASOS
EM FAMÍLIA ATÉ 2025:
MARCELLO ALENCAR / RJ Enquanto governador do Rio, arranjou com a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, um emprego vitalício no Tribunal de Contas do Estado (cujas atribuições incluíam investigar os gastos da administração do próprio governador Alencar) para o seu filho, Marco Antônio Alencar. Só em salários, ao longo de três décadas, o cargo estava cotado em 3,2 milhões de reais, fora o carro com motorista, auxiliares de gabinete e outras prerrogativas da função. Investigava-se no tribunal, a suspeita de que o governo de Alencar, inflava as despesas com educação. Entre outras irregularidades, havia um dossiê revelando que 25% da água encanada no Rio se perdia nos vazamentos da Cedae.
Fonte: Revista Veja - 29/10/96
________________________________________
PAGAVA O JARDINEIRO COM DINHEIRO PÚBLICO:
WIGBERTO TARTUCE - PPB / DF Deputado de Brasília, foi descoberto pagando um jardineiro para sua mansão com o dinheiro da Câmara.
Fonte: Revista Veja - 08/01/97
________________________________________
FUNCIONÁRIOS FANTASMAS:
CÂNDIDO VACCAREZZA - PT / SP Na época era secretário-geral e terceiro homem na hierarquia do partido, onde recebia seu salário. Só que ele também era funcionário fantasma da Câmara Municipal de São Paulo, onde só aparecia por lá uma vez por mês para assinar o ponto. Médico concursado da prefeitura de São Paulo desde 1984, onde era pago pelos munícipes, sempre dava um jeitinho de ficar lotado em gabinetes de vereadores amigos.
PAULO VANUCCHI - PT / SP Servidor da Câmara Municipal de São Paulo, recebia seus proventos dos cofres públicos, mas só dava expediente no escritório político do partido.
MUNA ZEYN - PT / SP Funcionária da prefeitura de São Paulo, onde recebia salário pago pelos munícipes, mas atuava como assessora direta em um escritório do partido.
Fonte: Revista Veja - 08/01/97
________________________________________
A "GRANDE FAMÍLIA":
NIVALDO JATOBÁ - PMDB / AL Prefeito de São Miguel dos Campos, Alagoas, empregou a família na prefeitura. Das seis secretarias existentes, duas estão com suas filhas e outras duas com irmãs. As duas restantes foram assumidas por funcionários de uma empresa sua. O presidente da Câmara dos vereadores é seu irmão e todos os cargos comissionados foram ocupados por familiares ou empregados da sua família.
Fonte: Revista Veja - 08/01/97
________________________________________
JUÍZ DA PARAÍBA, REI DO NEPOTISMO:
SEVERINO MARCONDES MEIRA Em 10 anos como juíz do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba, ele já conseguiu colocar 63 parentes na folha de pagamento do TRT, numa variada equipe de filhos, mulher, sobrinhos, primos e noras. Todo mês, a parentada leva para casa cerca de R$ 250.000, equivalentes a 10% da folha de pagamento do TRT. "Criterioso", selecionava os salários segundo o grau de parentesco.
Fonte: Revista Veja - 08/01/97
________________________________________
JOAQUIM "RUÍNS":
JOAQUIM RORIZ A CPI do Orçamento realizada entre 93 e 94 concluiu pela suspeita de que o então governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, cometeu irregularidades na gestão nos recursos públicos. O relatório final afirma que Roriz tinha movimentações financeiras incompatíveis com seus rendimentos, omitia parte de seus bens da Receita Federal e que muitas denúncias não foram investigadas por falta de tempo. Uma das pessoas não ouvidas foi o ex-capataz de Roriz, dono de uma conta milionária do Banco do Progresso. Na época, o capataz disse em depoimento à Polícia Federal, que a conta era usada para fazer pagamentos de boiadas adquiridas por Roriz e que ele próprio assinava os cheques. O ex-capataz procurou depois a imprensa para contar uma história bem diferente. "Joaquim Roriz me pediu para mentir", afirmou. Segundo o relato, Roriz ordenou que se escondesse numa fazenda, para não ter de depor e que em pouco tempo tudo se resolveria. Três anos depois da CPI, o capataz diz que está desempregado, com o nome sujo onde mora, e completamente endividado. Munido de um calhamaço de documentos, o ex-capataz relata que não era ele quem assinava os cheques e que o dinheiro da conta pertencia a Roriz. Um dos papéis é a cópia de um cheque em nome do capataz, e um comprovante de depósito no mesmo valor do cheque, inclusive os centavos, feito em nome de Joaquim Roriz. O ex-capataz afirma que a assinatura que endossou o cheque é falsa. Duas assinaturas feitas em um pedaço de papel, a pedido de ISTOÉ, são totalmente diferentes da que o ex-capataz apresenta como sendo a do endosso do cheque.
Fonte: Site da Revista Istoé - www.istoe.com.br - 15/01/97
* Obs: Também contratou familiares (20 ! entre irmãos, primos e sobrinhos dele e da mulher), pagos com o dinheiro público.
Fonte: Revista Veja - 16/02/2000
________________________________________
PREFEITOS PAULISTAS CASSADOS POR IRREGULARIDADES:
VALTERCIDES MONTEIRO - PMDB / SP Na cidade de Guaraci/SP, o então prefeito Valtercides foi julgado, por desvio de verba, emissão de notas frias e por não pagar os salários dos vereadores e funcionários da Prefeitura.
UÉDINA APARECIDA DA SILVA COLOSIO - PDT / SP A ex-prefeita de Nhandeara/SP, ficou conhecida nacionalmente por mandar pintar de rosa prédios públicos e ônibus da cidade, numa "singela homenagem às mulheres". Um ano e meio depois, teve seu mandato cassado.Durante o processo, outras irregularidades foram levantadas: o não repasse do orçamento da Câmara, a contratação de funcionários sem concurso e o desconhecimento de ofícios enviados pelos vereadores.
LUIZ ALEXANDRE DE GALVÃO - PFL / SP Vereador na cidade de Nhandeara/SP, foi procurado pela prefeita Uédina (acima) que precisava de um aliado para fazer a maioria na Câmara e aprovar projetos de seu interesse. Uédina ofereceu a Galvão, ex-motorista da Prefeitura, um jipe ano 66 e um adicional de R$ 500 a seu salário de R$ 720. A gratificação se estendeu por 6 meses, totalizando R$ 3 mil. "Os dois acabaram brigando, e ele nos procurou para contar tudo e mostrar as provas”, contou um vereador.
JOSÉ CARLOS GARZIN - PFL /SP Em Balbinos/SP, onde o prefeito Garzin foi deposto, os telefones da Câmara e da Prefeitura foram cortados por falta de pagamento.
LUÍZ CARLOS DOS REIS - PDT / SP Em Francisco Morato/SP, o prefeito Luís Carlos foi cassado por não repassar cestas básicas aos funcionários e não ter depositado o dinheiro descontado do salário dos servidores.
ANTÔNIO IZZO - PPB / SP Em Bauru/SP, o então prefeito Izzo foi acusado de desviar R$ 100 mil dos R$ 176 mil pagos por um terreno desapropriado.
JOSÉ AMOROSO / SP Em 1991, foi eleito prefeito de Cravinhos/SP prometendo construir casas populares, e teve o mandato cassado pela Câmara sob a acusação de desviar verbas. Em 1996, disputou as eleições, tendo como vice em sua chapa, a filha Eliane Pavan Amoroso e prometendo novamente a construção de casas para a população carente. O ex-prefeito venceu a eleição, tomou posse, mas, menos de um ano depois, era de novo cassado, sob a mesma acusação: desvio de verbas. Além disso, pesou o fato de o salário do funcionalismo estar atrasado há 4 meses. A votação para cassar o mandato foi unânime: 15 votos a 0.
ELIANE PAVAN AMOROSO / SP Filha de José Amoroso (acima) e sua vice na chapa, tomou posse. Acabou ficando no cargo menos tempo que o pai, já que foi cassada no mesmo ano. As acusações: não repassar o orçamento mensal da Câmara, nomear e pagar salários para um diretor de uma Casa de Cultura que não existia, manter como secretários municipais 3 parentes afastados por decisão da Justiça, e não abrir uma sindicância para apurar os casos herdados do pai e, segundo os vereadores, também
por usar material da empresa de construção da prefeitura para finalizar sua casa.
Fonte: Site do Jornal da Tarde - www.jt.com.br - 14/09/98
________________________________________
VENDEU CASTELOS DE AREIA:
SÉRGIO NAYA Ex-deputado mineiro, acusado pelo desabamento do edifício Palace II, de sua construtora, que causou a morte de oito pessoas no Rio em fevereiro de 1998 (descobriu-se depois, que tinham usado areia de má qualidade, e mais barata, no prédio). Sumiu do país, e foi localizado mais tarde em Miami, livre, leve e solto, fiscalizando obras de um hotel 5 estrelas. Das 130 famílias desabrigadas, ou parentes das vítimas, apenas uma tinha sido indenizada. (Descobriu-se depois que Naya havia sonegado da Receita Federal, aproximadamente R$ 8.300.000. Esse dinheiro, conseguido com a venda dos apartamentos do Edifício Palace, foi desviado para as contas que Sérgio Naya tinha no Uruguai. - Jornal da Globo - Rede Globo - 19/05/2000).
Fonte: Revista Veja - 23/12/98 (além de outros jornais e noticiários)
________________________________________
CONTRATAÇÃO VERGONHOSA DE PARENTES:
ZECA DO PT - PT / MS O Movimento Ação pela Moralidade e Eficiência do Poder Público do Mato Grosso do Sul se reuniu dia 02/02/99 na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS) para discutir um projeto de lei de combate ao nepotismo no estado. Pediram apoio do governador Zeca do PT, que nomeou 8 (oito) parentes para cargos de primeiro e segundo escalão do governo.
Fonte: Site do Jornal da Tarde - www.jt.com.br - 03/02/99


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

GUERRA DE FACÃO

Sou auditor aposentado. Assisto de perto, esta pendência contra o Agente de Tributos com o qual sou solidário . Peço, se possível, publicar minha pequena colaboração aos colegas ATEs. Muito Agradecido. Fernando Silvio Santos.

Não sei o que acontecerá com o Fisco baiano? O RECURSO EXTRAORDINÁRIO no STF ( Supremo Tribunal Federal) – REINTEGRADOS, está em fase final, com remessa de guia para execução no STJ ( Superior Tribunal de Justiça), os Agentes de Tributos correndo o risco de ficarem fora do Fisco, caso a ADI 4233 ( Ação Direta de Inconstitucionalidade) seja julgada procedente, e os representantes da Procuradoria Geral da República e Advogado Geral da União em parecer opinaram pela procedência parcial da ação. Como fica esse parangolé? Há muitos telhados de vidros – as pedradas podem atingir adistintamente. Os Agentes de Tributos se perderem a parada, decerto não quererão cair sozinhos, sobrarão lascas para os Auditores TRANSPOSTOS. Uma ação de inconstitucionalidade poderá vir questionar a “chapada inconstitucionalidade” da Lei 5.265 que transpôs quase trezentos analistas financeiros para o cargo de auditor fiscal. O Supremo Tribunal Federal ( STF), nunca, em anos de julgamentos naquela Maior Corte do Estado, deu ganho de causa para o TRANSPOSTO. Viram a situação do Fisco do Ceará, onde caíram servidores TRANSPOSTOS há mais de 13 anos? Os EX-ANALISTAS BAIANOS não estão em situação tão confortável como pensam. Inconcebível e até ato suicida, essa campanha em prol exclusão do Fisco, dos Agentes de Tributos, logo por uma dezena de EX-ANALISTAS albergados no IAF ( Instituto dos Auditores Fiscais) Instituição repleta de REINTEGRADOS ( ATO NULO, SEGUNDO RECURSO EXTRAORDINÁRIO STF), EX-ANALISTA FINANCEIRO, FISCAL DE RENDA E FISCAL DE RENDA ADJUNTO( que num arranjo governamental fora transformado em Auditor Fiscal) e APOSTILADOS , ainda assim, o Instituto prega a moralidade, a legalidade e a constitucionalidade.

Os Agentes de Tributos pertencem ao Grupo Ocupacional Fisco por direito. Foram aprovados para o cargo que ora ocupam, já os seus mais furiosos opositores ( uma dezena ) de EX-ANALISTAS ( os que estão auditores) albergados sob o manto iafiano não passaram pelo crivo do concurso para o cargo que soberbamente ocupam , porque são viajantes do MAIOR TREM DA ALEGRIA DA SEFAZ/BA na vergonhosa TRANSPOSIÇÃO DE 1989. Seria melhor deixarem os Agentes de Tributos em paz. O seu telhado de vidro é imenso, pode ruir em cima dessa dezena birrenta, dentre os quais, os mais imperdinados, uns três diretores iafianos.

Não sei como este inferno causado por uns pouco terminará no Fisco baiano? Só sei que os Agentes de Tributos estão em situação regular, pautada pela legalidade. Nunca agrediram. São gratuitamente os agredidos, numa birra e preconceito infernais. Não merecem esta perversa implicância a qual lhes assediam! Serão criminosos por terem evoluído na carreira, a ponto de os seus cargos sofrerem alteração — passando de nível médio para superior, através Lei 8210, governo Cesar Borges( Lei hoje questionada por quem a aprovara - o PFL (DEM)? Lei referida em caso de Adi 4233 for julgada procedente, atingirá 186 auditores que não possuem nível superior. Perderão três a quatro referências. Vide art.24 – Lei 8.210 (petição inicial).Como o Iaf responde a isso?

Serão culpados, os ATEs, por terem ocupado espaço que era do auditor, cujas algumas tarefas que eram afeitas a estes últimos, foram passadas aos outrora chamados de seus “auxiliares”? Serão culpados pela omissão de uns poucos que deixaram de fazer seu trabalho, passando-o aos seus supostos “auxiliares”?

Pelas razões expostas, sou simpático aos Agentes de Tributos porque não minha concepção, a constituição do crédito tributário (lançamento de oficio – auto de infração) representa ainda pouco para os Agentes de Tributos em razão da grande similaridade que já havia muito antes da lavratura do auto de infração ( Lei 11.470/abril de 2009) entre as duas carreiras de nível superior da SEFAZ/BA. Não seria justo que o Agente de Tributos continuasse a efetuar todo o trabalho “fiscal” e o auditor apenas assinasse o auto de infração. Isso chama-se apropriação indébita do trabalho alheio. A Lei 11.470 é um ato de justiça. E eu, Silvio Fernando Santos, EX-GUARDA FISCAL, AUDITOR APOSENTADO estou hipotecando minha solidariedade aos Agentes de Tributos.

Colegas, existe um Deus lá no Céu, a ADI ( ação Direita de Inconstitucionalidade) não prosperará. E com fé no Criador, o nosso Fisco ainda viverá em harmonia plena. Já vi Sindfisco e Sindfaz se unirem em um único sindicato – o SINDSEFAZ. No Iaf ( Instituto dos Auditores Fiscais), há pessoas boas, de ótimas intenções cônscias de que o melhor para o nosso Fisco é a união. Esse consenso chegará. Agentes de Tributos e Auditores Fiscais sempre unidos, veremos. Este é o norte!(fabio86.correia@hotmail.com)
http://www.cabrestosemno.com.br/blog/?p=4663

sábado, 4 de setembro de 2010

CONTADOR DA QUEBRA DE SIGILO É FILIADO AO PT

Segundo o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), Antonio Carlos Atella Ferreira, o técnico em contabilidade que pegou dados de Verônica Serra - filha do presidenciável tucano - junto à Receita Federal de Santo André com procuração falsa, foi filiado ao PT e hoje sua situação é indefinida no partido.
O nome de Atella é assinado em procuração de 29 de setembro do ano passado, utilizada para obter cópia dos impostos de renda de Verônica. Na ocasião, ela ainda era filiado ao PT de Mauá, já que sua ficha de inscrição da legenda data de 20 outubro de 2003. A data de exclusão da sigla é 21 de novembro de 2009. Atualmente, o técnico aparece no TRE como excluído, o que não significa desfiliação, mas sim a acusação de alguma informação divergente que o PT não corrigiu.
A data de exclusão apontada pelo Tribunal Regional Eleitoral é de menos de dois meses depois da violação do sigilo da filha de José Serra. Ao Jornal Nacional, da rede Globo, na quinta-feira, Atella negou que era filiado a qualquer agremiação. REPERCUSSÃOOntem, em evento de comemoração de 30 anos do PT de São Bernardo, petistas desconversaram sobre o assunto e "comemoraram" que Atella não é mais filiado ao partido. "É seguramente uma pessoa que saiu tarde do PT e que nunca deveria ter entrado", afirmou o prefeito da cidade, Luiz Marinho (PT), coordenador das campanhas da legenda na região.
Na mesma linha seguiu o candidato do PT ao governo, o senador Aloizio Mercadante. "Acho bom que ele tenha saído porque com quatro CPFs e 20 cheques sem fundo, é ruim tê-lo no partido", frisou.
A deputada estadual Ana do Carmo (PT), que concorre à reeleição, lançou dúvida sobre as acusações, mesmo com filiado da sigla diretamente envolvido na quebra do sigilo de Verônica Serra. "A Dilma (Roussef, candidata do governo à Presidência) está muito bem nas pesquisas. Pode ser alguém da oposição querendo derrubá-la", declarou, lembrando que oposição não significa necessariamente os tucanos. "Não é só o PSDB. E por isso é necessário se apurar o crime", disse.
Já o deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT), que disputa vaga na Câmara dos Deputados, desconversou sobre o assunto. "O partido tem um milhão de filiados. Entram e saem vários, não tenho nem o que comentar", esquivou-se. O petista disse, ainda, que desistiu de entrar com ação contra o ex-sindicalista Wagner Cinchetto que o acusou de formar uma quadrilha dentro do PT para elaborar dossiês. "É uma mentira tão grotesca, que não precisa de resposta, ela não tem força nenhuma", garantiu.
Para o candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff, Michel Temer (PMDB), o importante é separar o crime das eleições. "O grave na história não é o aspecto eleitoral que querem dar.É a quebra do sigilo de centenas de pessoas", afirmou.
O vice-prefeito de Mauá, Paulo Eugênio (PT), sócio de escritório de contabilidade com o vereador Paulo Suares (PT), diz que mesmo sendo do ramo nunca ouviu falar "desse cidadão". "Quando soube da notícia, solicitei ao partido a listagem dos filiados. Mas não consta no levantamento de abril deste ano. Mas solicitamos levantamento apurado para saber se ele foi dos quadros do partido na cidade."
Mantega admite quebra de sigilos ‘muito maior''Além de desvincular a quebra de sigilos na Receita Federal com a campanha eleitoral deste ano, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu que não foi apenas o sigilo de algumas pessoas com vinculações políticas que foi quebrado.
Sem quantificar este universo, ele revelou: "Na verdade, não foi só o sigilo de algumas pessoas com vinculações partidárias que foi quebrado. Foi um número muito maior. Portanto, isso tem que ser investigado e está sendo investigado por uma comissão de sindicância com toda serenidade possível."
Em entrevista coletiva em São Paulo, o ministro voltou a dizer que não há sistema inviolável. "Outro dia, aqui no centro de São Paulo, você podia comprar disquete até com informações de bancos privados, portanto, não é fácil, mas nós temos que nos aperfeiçoar."
Ele disse já ter recomendado à Receita Federal que mude o seu sistema de segurança. "Nós vamos aperfeiçoar (o sistema) para dar mais segurança aos contribuintes."
Mantega disse também que vazamentos já ocorreram no passado. "Quando isso ocorre, a gente detecta o vazamento, coíbe, pune e muda o sistema." O ministro, porém, lamentou: "Infelizmente os contraventores acham uma forma de furar o sistema."POLÍCIA CIVIL O Palácio dos Bandeirantes colocou ontem a Polícia Civil de São Paulo na investigação sobre a fraude de que a empresária Verônica Allende Serra, filha do presidenciável tucano José Serra, foi vítima. A medida foi tomada menos de 24 horas depois de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinar à Polícia Federal rapidez na apuração do caso. Com uma procuração falsa, um contador obteve cópias de declarações de renda de Verônica.
A decisão de colocar policiais civis no encalço dos falsários foi tomada pelo Secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto. O objetivo é desbaratar a quadrilha responsável pela falsificação do documento e pela falsidade ideológica, crimes de competência estadual.
A iniciativa de Ferreira Pinto teve o apoio do governador Alberto Goldman (PSDB), que estava preocupado em garantir o máximo de celeridade e rigor na apuração do escândalo.Ferreira convocou então o delegado-geral, Domingos de Paulo Neto, que repassou a tarefa de investigar a quadrilha responsável pela falsificação ao Demacro (Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo), unidade responsável pelos distritos da Grande São Paulo.
"Vamos verificar a assinatura falsa do escrevente, a falsificação do selo e a da assinatura. Não vamos apurar a quebra de sigilo, pois esse é um crime federal", afirmou o delegado Marcos Carneiro Lima, diretor do Demacro. A prioridade máxima dos investigadores é ouvir os contadores Ademir Estevam Cabral e Antônio Carlos Atella Ferreira. O primeiro teria encomendado as cópias de declarações de renda de Verônica e o outro figurava como procurador de Verônica na requisição entregue à delegacia a Receita em Santo André."Acreditamos que uma quadrilha de fraudadores esteja atuando na região", afirmou o Carneiro Lima.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Dicarvalho: É desespero,

Dicarvalho: É desespero,: "É desespero, é desespero, é desespero, é desespero, é desespero, é desespero... Nossa que desespero do José muito divagar Serra!Essa é a ú..."

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A LEI DA FICHA LIMPA TAMBEM EM MAIRI

Acredito que estamos entrando na era das mulheres na Administração Municipal de Mairi. Com o desenho da atual politica em que politicos, irmãos, filhos e esposa de politicos se apresentam como Candidatos, não estranhem se por conta da LEI DA FICHA LIMPA, a proxima eleição tenhamos, Srª Maria do Carmo contra a Sr ª Normeide, inclusive já existem já quem pense em uma terceira opção. Vamos esperar.
A grande novidade é que na proxima Eleição aqueles que não tem escolaridade ou tem Diplomas comprados estarão fora pois Politicos que irão concorrer irão solicitar investigação na questão dos Diplomas comprados.
As contas aprovadas com ressalvas geram processos com condenação e pagamento de multas.


DADOS DO TCM - CONTAS DE MAIRI TODOS PREFEITOS ABAIXO TIVERAM CONTAS APROVADAS COM RESSALVA
http://www.tcm.ba.gov.br/Municipios.aspx?Id=22&Cidade=MAIRI

Raimundo Augusto dos Santos - (1989/1992)

Deraldo Cedraz Carneiro - (1993/1996)

Dentista Ramon Gonzalez Miranda – ( 1997/2000)

Raimundo de Almeida Carvalho - ( 2001/.2008...)


CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAMON GONZALES MIRANDA


Exercício:1997
Processo:04928-98
Parecer:00599-98
Publicação:28/10/1998
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.

CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAMON GONZALEZ MIRANDA


Exercício:1998
Processo:06341-99
Parecer:00569-99
Publicação:24/11/1999
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Ped.Reconsideração:Negado Provimento
O PEDIDO DE RECONSIDERACAO FOI APRECIADO NA 107 SESSAO REALIZADA
EM 23.12.99


Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAMON GONZALEZ MIRANDA


Exercício:1999
Processo:07469-00
Parecer:00690-00
Publicação:30/11/2000
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
ENCAMINHADO AO PREFEITO ATUAL COPIA DO PARECER ATRAVES DO OF. 15
2/01


Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.

CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAMON GONZALES MIRANDA


Exercício:2000
Processo:09880-01
Parecer:00648-01
Publicação:01/12/2001
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Ped.Reconsideração:Dado Provimento
PED. REC. JULGADO EM 28.02.02. DADO PROVIMENTO N.PARECER 015/02-
AR. REMETIDO AO PREFEITO COPIA DO PARECER ATRAVES DO OF. 1533/02 E AO MINISTRO
OF. 1532/02

Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2001
Processo:07370-02
Parecer:00609-02
Publicação:14/11/2002
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.

CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2002
Processo:40431-03
Parecer:00323-03
Publicação:22/10/2003
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.

CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2003
Processo:05964-04
Parecer:00192-04
Publicação:07/10/2004
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Ped.Reconsideração:Negado Provimento
2REMETIDO AO MINISTRO DA EDUCACAO COPIA DO PARECER ATRAVES DO OF
. 2001/05


Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2004
Processo:06749-05
Parecer:00404-05
Publicação:02/11/2005
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Ped.Reconsideração:Dado Provimento
N. PARECER 018/06-AR. REMETIDO AO PREFEITO COPIA DO PARECER ATRA
VES DO OF. 2384/06


Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2005
Processo:05653-06
Parecer:00724-06
Publicação:30/11/2006
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2006
Processo:07655-07
Parecer:00863-07
Publicação:19/12/2007
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Acatado
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2007
Processo:06670-08
Parecer:00249-08
Publicação:15/10/2008
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Não informado ao TCM
1-OF.5259/08 encaminhado ao MEC;2-CI nº 529/08 encaminhada a 1ª
CCE e CI nº. 530/08 encamimhada a 2ª CCE;


Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.
CONTAS ANUAIS
Prefeitura de MAIRI
Gestor:RAIMUNDO DE ALMEIDA CARVALHO


Exercício:2008
Processo:08252-09
Parecer:00690-09
Publicação:11/12/2009
Decisão:Aprovado com Ressalvas
Julgamento pela Câmara:Não informado ao TCM
Clique AQUI para acessar o parecer prévio. No formato DOC para processos autuados até 2009. Em PDF para processos de 2010 em diante.
Clique AQUI para acessar a deliberação para imputação de débito.

QUADRILHA SURPREENDIDA NA MADRUGADA


Homens mortos em confonto com a polícia na BR 324 iriam assaltar banco no sul do estado
A operação teve participação de agentes da Polícia Federal e a quadrilha já vinha sendo investigada há três meses, pois já havia realizado assaltos a outros bancos no estado. Os policiais informaram que escolheram a BR 324 para fazer a abordagem, pois seria o local com menos movimento de pessoas, consequentemente com menor risco de que inocentes fossem feridos.

A quadrilha que foi surpreendida na madrugada desta quinta-feira (02) por agentes do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil iria realizar um assalto nesta sexta-feira (03) em um banco da cidade de Itacaré, no sul do estado, segundo informações da polícia.
O grupo vinha sendo investigado há três meses pelos policiais e, nesta madrugada, foi seguido quando saía do Bairro da Paz com destino à cidade de Itacaré. Eles estavam distribuídos em dois carros e equipados com muitas armas, como metralhadoras, fuzis e pistolas, além de muita munição, coletes à prova de balas, celulares e máscaras do tipo "brucutu".
A operação teve participação de agentes da Polícia Federal e a quadrilha já vinha sendo investigada há três meses, pois já havia realizado assaltos a outros bancos no estado. Os policiais informaram que escolheram a BR 324 para fazer a abordagem, pois seria o local com menos movimento de pessoas, consequentemente com menor risco de que inocentes fossem feridos.
A quadrilha foi surpreendida no início da madrugada na altura do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo a polícia, houve resistência e, durante uma troca de tiros, cinco homens morreram. Um sexto acusado foi baleado e socorrido ao Hospital Geral do Estado. Uma policial também foi baleada, mas sem gravidade.
Foto: Adenilson Nunes /AGECOM Secretaria de Segurança apresenta armas apreendidas com quadrilha detida
( As informações são do Correio)